Apesar de serem pragas que não transmitem doenças, provocam muitos estragos. Há mais de duas mil espécies de cupins no mundo, sendo que grande parte é benéfica ao homem, pois ajudam a oxigenar a terra e a deixar o solo fértil. Um pequeno grupo formado por cupins subterrâneos (Coptotermes gestroi) e cupins de madeira seca (Cryptotermes brevis) são os responsáveis pela destruição de elementos que contêm celulose. Os cupins de madeira seca constroem suas colônias no interior da peça. Geralmente, a eliminação e prevenção requerem tratamentos com o uso de produtos líquidos a base de injeção e pulverização nas madeiras. Já os cupins subterrâneos, não se limitam a atacar somente madeiras. São insetos que possuem grande facilidade de se alojar no interior da estrutura de alvenaria e no subsolo. Para atingirem a celulose, eles podem atravessar varias barreiras, ultrapassando forros de gesso, paredes de concreto com pequenas fissuras, e em casos mais críticos, tubulações de eletricidade e de telefonia, atacando os fios, podendo causar um curto circuito nas instalações.

© Dedetetizadora Pato - Todos os Direitos Reservados | Rua António Vieira, 321 Ponte Imaruim, Palhoça - SC Cep: 88130-470G2midia